Sapatilhas

Sapatilhas: elas voltaram com tudo!

Práticas, elegantes e clássicas que não podem faltar no armário
Por - 10-06-2019

Práticas, elegantes e clássicas, as sapatilhas voltaram com tudo novamente se tornaram indispensáveis no dia a dia. Entretanto, vamos recapitular os momentos em que o calçado ganhou os pés das mulheres. Na década de 1960, por exemplo, a atriz francesa Brigitte Bardot, sempre quis um calçado que pudesse ser usado não somente nas danças - ela praticava balé -, mas no seu dia a dia. Então foi criado por Rose Repetto um modelo chamado "Cendrillon", usado e visto no filme "E Deus criou a mulher". O calçado, portanto, foi utilizadi para compor o look da atriz no filme. Porém, a sapatilha foi protagonista novamente em outro filme, dessa vez estrelado por Audrey Hepburn, um ícone da moda até os dias de hoje, no filme “Cinderela em Paris” e em Sabrina. O modelo foi desenvolvido por Salvatore Ferragamo. 

Durante alguns anos a sapatilha não foi tão vista, pois as mules, flatforms e os dad sneakears roubaram a cena nas passarelas e street style. Contudo, ela nunca perdeu o seu charme e elegância. Agora o modelo é repaginado, com bico fino, diferentes cores e texturas. A clássica tem acompanhado as mulheres do trabalho a looks mais despojados, mas nunca deixando de lado o conforto, praticidade e, claro, um sapato essencial em qualquer vitrine e em diferentes estações e ocasiões. Prints animalescos, cores tônicas, bordados, listras e as clássicas com pedrarias não podem faltar nas apostas para o verão 2020.