EMOJIMANIA VIROU FENÔMENO CULTURAL

"I’M SO EMOJINAL, BABY <3”
(OTTO YAMAMOTO)

Quando foi a última vez que você teve uma conversa digital baseada apenas em texto, sem fazer uso de emoticons? Arrisco dizer que você nem lembra. Isso porque eles ganharam a cultura pop e inauguraram uma nova linguagem na Internet, ao tornarem-se praticamente onipresentes na comunicação digital, buscando resumir pensamentos e expressar sentimentos e emoções. Inseridos numa cultura orientada visualmente, na qual os indivíduos se comunicam cada vez mais através de imagem ao invés de texto, os emoticons se transformaram num tipo de “vernáculo visual”. Mas a grande questão não está na presença do emoticon na comunicação e, sim, da intenção por trás do seu uso.

Então, o que está impulsionando o uso dos emoticons? As formas de comunicação humana e a capacidade de criação e interpretação de símbolos vêm evoluindo. É da natureza dos seres humanos a constante busca de novas e melhores formas de se comunicar e se expressar. E é exatamente essa lacuna que os emoticons têm preenchido e oportunizado aos indivíduos: tornarem-se melhores comunicadores. Sabe-se que as formas de comunicação visual não são algo necessariamente novo, pois desde os primórdios da humanidade, as pinturas rupestres, os hieróglifos, os símbolos religiosos e mitológicos comprovam a pré-disposição humana para se comunicar através de imagens. Porém, a evolução da linguagem digital tem contribuído para uma comunicação mais ampla e dinâmica.

O uso dos emoticons em nossas mensagens diárias auxilia a transmissão da mensagem e acaba substituindo ferramentas de comunicação face-a-face como os gestos, entonação e expressões faciais. Com isso, os emoticons são capazes de intensificar ou suavizar as expressões emocionais dos indivíduos, potencializando a intimidade social.

#NA FALTA DE PALAVRAS...
Muitas vezes, quando nos faltam palavras, lá estão os emoticons para preencher as lacunas; e o melhor: não precisam de tradução. Será que estamos diante de uma linguagem universal? A Internet e a evolução da tecnologia estão mudando a forma como nos comunicamos. E o desenvolvimento cultural dos emoticons tem demonstrado que tais ícones e símbolos são excelentes recursos para conectar as pessoas e auxiliar no entendimento do outro. Conectar-se e estar conectado é um desejo inerente do ser humano, mesmo que minimamente. A exploração dos códigos visuais está se estendendo e contribuindo para a construção de uma linguagem global, em que qualquer indivíduo está apto a entender a mensagem. Existe uma previsão de que até 2115 somente 600, dentre as 6 mil línguas existentes atualmente, permanecerão em uso.

Diante deste cenário e das mudanças ocorridas, é de se concluir que os emoticons conquistaram uma importância crescente. Tanto que algumas marcas já se atentaram a esse movimento e estão aderindo ao efeito emoji – a EMOJIMANIA, por meio de uma crescente oferta de produtos e serviços focados na exploração desses simples códigos visuais. Isso porque, para a implementação de uma estratégia de comunicação eficaz é necessário falar a linguagem do seu público e, para isso, entender o código cultural vigente é premissa básica.

OS INDIVÍDUOS ESTÃO BUSCANDO FORMAS MAIS EMOCIONAIS E DIVERTIDAS DE SE COMUNICAR. COMO O FENÔMENO CULTURAL DA EMOJIMANIA ESTÁ SE MANIFESTANDO?

# Emojipedia: baseada no conceito da wikipedia, essa plataforma abriga os nomes e significados dos emojis;

# Emojicate: aplicativo em que os usuários comunicam-se de um forma diferente, sem o uso de letras e palavras, mas sim emoticons, figuras e fotos de perfil;

# Memoji Keyboard: aplicativo que transforma expressões faciais humanas em emojis;

# Emojinal Art Gallery: é possível conferir a releitura de famosas obras de arte com o uso de emojis;

# Emoji Art e Design Show: examina a propagação do emoji através da cultura popular com uma exposição de arte e o “pop up market”, em que é possível adquirir produtos personalizados com emojis;
1 - Emojinal 2, por Kthanksbye
2 - Emojis, por Kyle M. F. Williams
3 - Emoji junk food Vinyl wallets & coin purses, por Rennee Michele Andolina

# Emoji Dick: Fred Benenson traduziu o livro “Moby Dick” para a linguagem dos emojis;

# Coca-Cola: criou um novo URL para a marca, no qual tornou-se possível inserir emoticons no endereço web;

# Alexa Grafera e Louie Mantia: designers que estão desenvolvendo o futuro dos emojis. Trata-se do aplicativo Ligature. Esse recurso funciona como uma equação matemática: a soma de variados emojis resulta na criação de um único emoji, baseado em tal combinação;

# The Noun Project: projeto que visa simplificar a comunicação, em que os adeptos podem se expressar através de ícones e símbolos.