“Um bom sapato revela personalidade”

Fotos: Régis Montagna

Para a cantora Ivete Sangalo, um bom calçado também salva qualquer look.

Com sua voz grave e levemente rouca e sua alegria contagiante, a cantora e compositora Ivete Sangalo hoje é unanimidade, seja no axé, no samba-reggae, na MPB ou no pop rock. A estrela nasceu em Juazeiro, na Bahia, em uma família de músicos. Começou a cantar ainda criança, no colégio, onde aproveitava os intervalos para tocar violão. Nos saraus familiares, encarregava-se da percussão.

Aos 17 anos, iniciou sua carreira profissional tocando em bares e, posteriormente, em apresentações pelo interior. Ivete alcançou o sucesso ainda como vocalista da Banda Eva, vendendo mais de 3,78 milhões de discos e fazendo cerca de trinta shows por mês. Entre os hits do grupo, estavam as músicas Flores, Beleza rara, Levada louca e Arerê. A carreira solo começou oficialmente ao final da quarta-feira de cinzas de 1999, quando participou de seu último Carnaval com a banda.

De abril a junho daquele ano, a cantora gravou as 14 faixas de seu álbum solo, Ivete Sangalo, que chegou ao disco de ouro com a venda de mais de 100 mil cópias. O número se ampliou a partir de 2000, quando a canção romântica Se eu não te amasse tanto assim (de autoria de Herbert Vianna e Paulo Sérgio Valle) foi incluída na trilha sonora da novela Uga Uga, da Rede Globo.

Em sua carreira solo, Ivete já vendeu mais de 14 milhões de cópias e se transformou em um dos maiores ícones da música brasileira. Entre seus singles de sucesso, também estão A lua que eu te dei, Festa, Sorte grande, Flor do reggae, Abalou, Quando a chuva passar, Berimbau metalizado, Não precisa mudar, Deixo, Cadê Dalila, Agora eu já sei, Na base do beijo e Acelera aê.

Entre seus prêmios, está o Grammy Latino de melhor álbum brasileiro de raízes/música regional. Ela também é recordista do Prêmio Multishow, contabilizando nove, e ganhadora de três prêmios do 3º Open Web Awards. Em 2008, ganhou o status de maior vendedora de DVDs do mundo em 2007, ao atingir a marca de 604 mil cópias vendidas com seu DVD ao vivo no Maracanã. Deixou para trás bandas como Nirvana, que vendeu cerca de 174 mil cópias com o DVD Unplugged in New York.
Ivete é uma estrela internacional. Já fez shows em Portugal, Angola, Espanha e Estados Unidos. Em setembro de 2010, gravou, no Madison Square Garden, em Nova Iorque, o quarto DVD de sua carreira em um show que contou com as presenças de Nelly Furtado, Diego Torres, Juanes, Seu Jorge, James Morrison e a dupla Wisin & Yandel. A casa de shows, com capacidade para 20 mil pessoas, já recebeu espetáculos de artistas como Michael Jackson, Cyndi Lauper, Mariah Carey, Madonna, Christina Aguilera, Beyoncé, Lady Gaga, U2, Bob Marley e Britney Spears, além do também brasileiro Roberto Carlos. 

Em entrevista exclusiva para a revista Lançamentos, a cantora fala sobre sua paixão por sapatos.

Revista Lançamentos: Você é considerada a maior cantora brasileira da atualidade. Quais são os seus próximos planos?
Ivete Sangalo: Primeiro, eu agradeço o maior cantora, em um país onde tem um número enorme de cantoras maravilhosas. Agradeço o elogio. O meu plano para o futuro é continuar com a turnê do Madison. É um DVD que está nos rendendo muitas coisas boas. Tem a turnê internacional (eu vou para Estados Unidos, Europa, Ásia e África), mas também iremos a outras cidades do Brasil. Tem também o Carnaval, que este ano vai vir cheio de novidades, e já estou pensando em mais alguns projetos, mas é segredinho ainda. Quando eu tiver certeza, colocarei em prática.

Você atinge a todos os tipos de público, independentemente de raça, classe social, idade e preferência musical. Como você consegue isso?
Talvez porque eu tenha dentro de mim o discernimento de que não existe idade, nem tamanho, nem religião, nem raça, nem nada que possa determinar amores e sensações. 

Agora que você é mãe, poderia dizer que a maternidade influencia de alguma forma no direcionamento de sua carreira e da criatividade musical?
Sim, totalmente. Eu acho que foi o combustível que eu estava precisando. Cheguei em um momento da minha carreira que eu estava estagnando, não no sentido criativo, mas de estímulo mesmo, de querer correr atrás. E hoje quero perpetuar mesmo, para os meus filhos, não só o filho que eu tenho, mas os que eu terei, para que tenham a alegria de poder desfrutar da história da mãe e de vivenciar isso. O maior estímulo de todos foi a maternidade.

Como você consegue conciliar a vida de mãe e a carreira artística?
Consigo conciliar como todas as mulheres brasileiras. Ainda tenho uma série de fatores ao meu favor que facilitam minha volta para casa, diferente de muitas mulheres que trabalham oito, dez horas por dia. Os meus trabalhos são concentrados todos numa mesma data. Mas uma coisa que o meu filho vive é a intensidade da presença da mãe e, hora ou outra, uma ausência cavalar, que é a mãe, de repente, estar seis dias direto com ele e, de repente, sumir dois dias no fim de semana. Mas aí a gente não pode pensar que o filho é só da mãe... Tem o pai... Então tudo no equilíbrio é saudável, dá para driblar.

Você está sempre envolvida em vários projetos. Qual sua receita para manter sempre o bom humor e o alto astral que contagia a todos?
A receita eu não sei, só sei que tenho agradecido muito a Deus porque Ele mantém isso em mim muito forte. Sou uma pessoa privilegiada em vários aspectos, e o primeiro deles é a família de onde eu venho e onde aprendi a ser feliz. Minha mãe era uma mulher que não admitia tristeza dentro de casa, então acho que vem disso, dessas oportunidades e da vida boa que eu levo, né? Deus é muito bom comigo, até nas dificuldades ele mostra os caminhos mais fáceis para mim, então eu não tenho motivo para ter tristeza, graças a Deus.

Como a tecnologia (twitter por exemplo) facilitou e aproximou sua relação com os fãs?
É uma ferramenta maravilhosa! Depois do Twitter, me senti mais próxima dos meus fãs, converso com eles on line, conto as novidades, é uma diversão! Dá vontade de acessar o tempo todo. Sou fã!

Os sapatos têm um significado especial para as mulheres. Como é a sua relação com eles? 
A minha relação com o sapato tem muitos significados. Tem o significado estético, da personalidade, daquele sapato traduzir muito do que você é, trazendo autoconfiança, autoestima; do sapato como objeto de desejo... Eu tenho um tesão por sapato absurdo, já comprei muitos sapatos apenas para ter, como um souvenir.

Qual a importância do sapato na composição de um look? 
Um bom sapato revela personalidade, revela estilo de vida, revela perfil do comportamento... Um bom sapato salva qualquer look.

Tem algum par de sandália específico da sua linha da Grendha que lhe traz boas lembranças?
Eu uso tanto todas, que hoje a Grendha faz parte da minha história. Mas vou pontuar a minha participação no show de Shakira (Rock in Rio 2011), que a própria me perguntou: “Que sandália linda é essa?” O par que usei na ocasião me deu muita sorte. Foi uma noite inesquecível... Cheguei com as sandálias nos pés e cantei com Shakira com elas. Foi uma participação linda. Mas em qualquer momento, em especial os momentos de lazer que eu passo com a minha família, estou sempre com uma Grendha.

Uma mensagem para seus fãs.
Um beijo para todos vocês, meus amorecos!

PERFIL

Nome: Ivete Maria Dias de Sangalo
Idade: 39 anos
Data de nascimento: 27/05/1972
Signo: Gêmeos
Cidade onde nasceu: Juazeiro/BA
Altura: 1,80 metro
Olhos: Castanhos
Time: Vitória/BA
Adora: estar viva
Detesta: qualquer forma de preconceito, seja contra o gordo, o baixo, o negro, o japonês, enfim. Qualquer tipo de preconceito eu acho abominável
Admira: a garra e a força das mulheres brasileiras
Qualidade: humor
Defeito: humor
Animais: gosto de todos os bichos, mas tenho passarinhos e cachorros em casa
Perfume: Águas e Brisas
Passatempo: hoje, meu filho... Tudo o que ele quiser fazer eu topo
Música: todas! 
Cantor: Stevie Wonder
Cantora: Bethânia
Ator: Toni Ramos
Atriz: Fernanda Torres
Prato: cheio
Esporte: tenho aptidão para todos, mas adoro tênis
Leitura: adorei Benjamim, de Chico Buarque, além de Ensaio sobre a Cegueira e Cem anos de Solidão
Um luxo: avião