Expor SEM estação

EMBORA NO BRASIL O VAREJO SEJA PAUTADO PELO CALENDÁRIO TRADICIONAL, A TENDÊNCIA “SEASONLESS FASHION” É SEMPRE INSPIRADORA

Já ouviu falar em “Moda sem Estação”? Trata-se de um movimento fashion internacional que descreve a tendência de usar as mesmas roupas durante todo o ano, independentemente do clima. Tudo começou com as grandes grifes internacionais: uma vez que são marcas globalizadas, que vendem para lojas de todos os hemisférios, e com clientes que vivem em estações opostas, elas passaram a inserir na coleção de inverno itens que possam ser facilmente usados no calor e vice-versa.

Não é à toa que nós, profissionais de Visual Merchandising, nos últimos anos, passamos a lidar cada vez mais com a exposição de coleções de inverno cheias de estampas florais, sandálias e óculos de sol, enquanto a temporada de verão chega às araras e vitrines com destaque para casacos, botas e muito preto.

Embora aqui no Brasil o varejo continue a pautar seus lançamentos conforme o calendário tradicional da moda, baseado nos desfiles de verão e inverno, a tendência “Seasonless Fashion” é uma abordagem muito inspiradora para o Visual Merchandising. Especialmente no nosso inverno, quando geralmente não faz frio em grande parte do País, como fazer para expor o vestuário dessa estação nas lojas?

Como mencionei no início, as marcas internacionais são ótimas fontes de inspiração, pois as grandes redes de varejo precisam manter a unidade visual de suas lojas ao redor do mundo, não importa o clima. Então, se a sensação de frio pode passar a ser de ordem subjetiva na moda, confira o que é fundamental ao expor vestuário e acessórios de inverno, quando o sol dos trópicos não dá trégua:

5 DICAS PARA ADOTAR! 

1. Se o termômetro está marcando 40 graus, deixe os itens mais invernais em exposição no interior da loja. Privilegie os produtos mais leves para exibir nas vitrines e comunique que a coleção de inverno chegou.

2. Ao optar por expor um produto típico de inverno na vitrine (um casaco de lã, uma bota de cano longo etc), sempre coloque junto na composição um outro produto mais leve.

3. Nunca esqueça: a decoração da vitrine é que passa a mensagem de inverno ou verão. É possível ter uma vitrine com vestuário não tão invernal e ainda assim sinalizar a estação fria.

4. Atenção para a iluminação! Não “esquente” a exposição interna da loja e das vitrines com lâmpadas de brilho amarelado.

5. Eis o detalhe mais importante para driblar o calor: a cor. Em especial na vitrine, decoração e produtos em cores claras (branco, bege, off-white) ou vibrantes (vermelho, laranja etc) são ótimas estratégias para não “pesar” a sensação térmica na exposição.