LIQUIDAÇÃO: 10 dicas para TURBINAR o VM (e as vendas!)

ESSA É A HORA DE ENTRAR PESADO COM O VISUAL MERCHANDISING PROMOCIONAL, VOLTADO PARA ZERAR O ESTOQUE E AUMENTAR OS LUCROS

Passado o Natal, maior data festiva e comercial do ano, a principal preocupação dos lojistas passa a ser o período das liquidações. É o momento de expor os produtos com estratégia, comunicar as promoções de forma eficaz e vender as últimas peças do estoque para se preparar para a nova coleção.

O desafio da liquidação “pós-Natal”, em comparação às demais realizadas durante o ano, é que se trata de uma época em que o interesse de compra está mais reduzido. O consumidor, com frequência, está com seu dinheiro comprometido com os pagamentos de compras feitas durante as festas.

Essa é a hora de entrar pesado com o visual merchandising (VM) promocional, voltado para zerar o estoque e aumentar os lucros. Vitrines criativas serão determinantes para conseguir diferenciar-se dos demais e atrair o cliente para dentro do seu ponto de venda. Uma vez dentro dele, a exposição clara e uma decoração que surpreenda a clientela serão essenciais.

Parece difícil? Não mais. Veja o Top 10 do VM, com dicas simples – mas poderosas – que irão turbinar o visual e alavancar as vendas da sua loja durante a liquidação:

1. Comunique as promoções com adesivos e displays bem posicionados. Eles não podem atrapalhar a visualização dos produtos na vitrine ou a entrada da loja. Se colocar, por exemplo, faixa adesivada, atenção para que ela não fique na altura dos olhos dos clientes. Se a loja é em shopping, cuidado redobrado, pois tudo que é colado na vitrine vai ficar mais escuro em relação
à iluminação interna da loja.

2. Vitrine não é estoque: esqueça a ideia de abarrotá-la de produtos. Liquidação permite uma exposição mais massificada, tanto na vitrine, quanto no interior do ponto de venda, mas excesso de estímulo torna difícil a diferenciação do produto por parte do consumidor. Lembre-se! Muita informação vira informação nenhuma. Priorize o que é importante ser visto.

3. Vermelho é a cor mais utilizada na comunicação promocional, seguida do amarelo e do laranja. Ao optar por cores tão fortes, observe que as etiquetas e demais materiais de comunicação estejam dentro do mesmo padrão cromático. Procure não utilizar mais do que três cores nos materiais de merchandising e campanha.

4. Oportunidades e formas de pagamento devem estar claramente sinalizadas e os produtos corretamente precificados. Nunca os escreva à mão. A mesma regra vale para cartazes de vitrine, pilhas e faixas de gôndola.

5. Vitrines podem ter ou não produtos expostos, serem contínuas ou individuais e até mesmo totalmente fechadas. Qualquer que seja o tipo escolhido, o importante é eleger um tema que será replicado em todas as vitrines e continuará no interior da loja. É o chamado padrão visual e faz toda a diferença!

6. Liquidação não é sinônimo de confusão. Modificar a exposição habitual dos produtos, usar cestos, pilhas e produtos menores sobre os balcões podem ser ótimas táticas de exposição promocional. Mas atenção à bagunça da loja e vitrines. A maior rotatividade das mercadorias durante a liquidação não deve descaracterizar o padrão do seu negócio.

7. Manequins desmontados, cabides sem roupas, nichos incompletos, preços trocados, lâmpadas queimadas e sujeira de qualquer tipo são inaceitáveis em uma vitrine e no interior da loja, mesmo em período de liquidação.

8. Loja com o som demasiadamente alto, muito baixo ou tocando tipos de música inadequados ao seu segmento são erros que acontecem facilmente no corre-corre da liquidação. E se a loja também fizer uso de merchandising olfativo, com aromas no ambiente, duplique o cuidado.

9. Evite usar na vitrine móveis e objetos que não estejam à venda. O que é interessante e cenográfico em uma vitrine comum, pode causar muita confusão nesse período.

10. No Brasil existe uma preferência em não se exibir a palavra “liquidação” nas vitrines. Já na Europa, é quase obrigatório. Qualquer que seja a escolha, vale lembrar que existem outros símbolos da decoração promocional, como sacolas, tesouras, etiquetas, cifrões, que podem ser usados com sucesso para comunicar a liquidação. Apenas evite modismos altamente discutíveis como as simbologias LKD ou LKDÇÃO.