Conquiste a cliente com atendimento personalizado

Divulgação Conquiste a cliente com atendimento personalizado Especialista dá dicas para agradar a diferentes estilos de consumidora
PUBLICADA EM 17/05/2017 - Redação

Entender o estilo da consumidora é fundamental na hora do atendimento na loja. O docente da área de moda do Senac Canoas/RS Iran Marcon aponta que, mesmo com todas as particularidades de cada mulher, todas podem aliar as tendências ao seu jeito de ser. Veja, a seguir, dicas do profissional para oferecer opções assertivas e turbinar as vendas. 

A executiva

A rotina pede praticidade e a sugestão de Marcon é prestar atenção ao material do qual a peça é feita. “Deve-se priorizar materiais de fácil manutenção, que garantam o conforto necessário”, explica. Para camisaria, a dica é optar por tricolines, viscoses, flanelas e cetins, além de oferecerem um bom custo-benefício. “Peças com acréscimo de um pequeno percentual de elastano na composição garantem a mobilidade necessária a correria do dia a dia, mesmo em itens de alfaiataria” - complementa.
"Às profissionais multitarefas, que precisam estar bem alinhadas tanto para compromissos e reuniões quanto para tarefas básicas, como dirigir, materiais maleáveis e de alta qualidade proporcionam bons resultados. Quando o assunto se refere às cores, a cartela em tons mais sóbrios e escuros, como preto, marinho, terrosos, verde militar e vinho, é bastante prática. As cores mais claras, como o rosa antigo, ou nude, além das estampas, podem estar em blusas, camisas e echarpes. Já as cores vivas casam bem com bolsas, sapatos e acessórios."  

A fashionista

Iran aponta a combinação de materiais pesados e leves como uma tendência forte. Outra dica é a da sobreposição de peças de diferentes comprimentos no mesmo look: “vale vestir o trench coat por cima do blazer, um tricô leve mais curto e uma camisa super alongada, acompanhado de pantacourt, meia calça grossa e um sapato mais pesado, como um oxford ou mocassim com solado tratorado”, comenta.
Outra trend em alta, segundo o docente, é utilizar referências esportivas para rejuvenescer a clássica alfaiataria. Elementos como zíperes e listras laterais compõem um visual atualizado. Ele acrescenta que “a lógica pode ser adotada com mochilas, tênis e pochetes, que saem das academias e surgem com ares mais sofisticados”.
O militar e o utilitarismo, com múltiplos bolsos e recortes, trazem um certo despojamento em peças com ar masculino e que podem ser misturadas a camisas com golas laço, blusas com babados localizados e saias evasê, midi e plissadas bem românticas. “Esse contraste entre o masculino e o feminino é uma das grandes apostas da estação e pode frequentar o escritório sem exageros”, indica. 
Elementos metalizados e com brilhos podem frequentar o ambiente corporativo, assim como as peças transparentes em tule e renda ou com inspiração em lingerie, mas com atenção: “é preciso cuidado para que não se pese a mão e se mantenha o bom senso de verificar qual é a área profissional ou tipo de empresa em que a mamãe trabalha”, recomenda. 

A esportista

Este estilo está tão em alta, que a inspiração da moda no esporte recebeu até um nome: athleisure. O contraste entre peças justas e largas, comuns para a prática de exercícios, funcionam até mesmo no corporativo. “A adaptação de peças esportivas para o trabalho pode ser feita através da combinação de collants com saias ou calças pantalonas, e também com agasalhos sobrepostas a vestidos tubos e acompanhados de tênis”, sugere o especialista. 

Compartilhe isso:
TOPO